Detran dá continuidade ao programa Vencendo o Medo de Dirigir Detran dá continuidade ao programa Vencendo o Medo de Dirigir

Campo Grande (MS) – “Pegar o seu carro e fazer as suas coisas te oferece independência e melhora a sua vida. A sensação de liberdade é maravilhosa!”, afirma Mônica Cardoso de Sá, 46 anos, participante do programa ‘Vencendo o medo de dirigir’, realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS).

Em 2012, enquanto transitava em uma rotatória, ela sofreu um acidente que resultou na perda total de seu carro. A partir daí, ficou emocionalmente abalada e com bloqueio de rotatórias. Até dirigia, mas perdia muito tempo dando voltas até achar vias sem rotatórias.

img_2426

Tudo mudou quando, em 2016, soube do Programa Vencendo o Medo de Dirigir. Realizou todas as etapas do programa e, agora, “enfrenta” novamente as rotatórias. Sabendo do resultado, a condutora decidiu participar mais uma vez do programa, mas dessa vez, para incentivar uma amiga que também está com medo de dirigir.

“A minha amiga passou por uma situação diferente da minha, mas eu sei que o programa vale a pena. Assim como todas as etapas me ajudaram, ela também se sentirá segura para dirigir”, avaliou Mônica.

As duas fazem parte da turma do 1º semestre deste ano, que iniciou em março e já na fase de encerramento. Nesta sexta-feira (28.7), os participantes realizarão a última etapa do programa: a aula de ‘quebra-gelo’. Nesta aula, os alunos realizam uma prática veicular com instrutores de trânsito para confirmarem se os objetivos foram alcançados e se estão preparados e confiantes para conduzirem um veículo.

Também durante esta semana, hoje e quinta-feira (26 e 27.7), a turma do 2º semestre, que possui 300 convocados, iniciou as atividades do programa com acolhida e aula inaugural. O próximo passo será desenvolver dinâmicas de grupo para detectar os tipos de fobias e dificuldades.

Ao mesmo tempo são desenvolvidas atividades individuais para conhecer, acompanhar e avaliar o desempenho de cada participante durante um determinado tempo. Além disso, outras etapas importantes são trabalhadas, como: reuniões, psicoterapia, prática veicular e aula vivencial no contexto trânsito.

Vale ressaltar que o programa é desenvolvido apenas em Campo Grande, pois é realizado em parceria com a Clínica Escola de Psicologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Para obter outras informações sobre o programa e/ou realizar a inscrição, acesse o site do Detran.