Detranzinho Vai à Escola inicia atividades e alunos aprendem sobre o trânsito através de brincadeiras

Publicado dia: 8 de abril de 2019


Montagem de Lego na sala do Move Mundo. Foto: Viviane Freitas

A Cidade Escola de Trânsito – Detranzinho, retomou os atendimentos nesta segunda-feira (8). Neste ano, a Escola Estadual Sebastião Santana de Oliveira foi a primeira a participar do Programa Detranzinho vai à Escola. Na ocasião cerca de 30 alunos receberam informações sobre o trânsito através de brincadeiras.

A professora da Escola Sebastião, Andrea da Silva, ressalta a importância de os alunos participarem da atividade. “Hoje as crianças absorvem as informações muito rápido e, dessa maneira, buscam sempre repassá-las para seus parentes, o que pode ser muito positivo”, concluiu.

Conforme a coordenadora geral da Escola de Trânsito, Edna Maria de Souza, durante a visitação na minicidade, as crianças andam de bicicleta, aprendem a travessia correta da faixa de segurança, participam de jogos educativos, tudo para aprender as regras de circulação. “Além dessas atividades, eles participam também da montagem de Lego na sala do Move Mundo”, explica.

A coordenadora ressalta que este ano o intuito é que 80 escolas visitem o Detranzinho. “É um conteúdo diferente e que a escola estará implementando no projeto de educação de trânsito”, concluiu.

Atividade de bicicleta. Foto: Viviane Freitas

O aluno de sete anos, Felipe da Silva, gostou da minicidade e da participação nas atividades. “Acho diferente esta maneira de aprender, o que estou aprendendo vou mostrar para meus pais e amigos. Andar com cuidado no trânsito preserva nossas vidas”, concluiu.

No decorrer desta semana está previsto o atendimento de 166 estudantes, no período matutino, do Centro Educacional Século XX e da Escola Municipal Kamê Adania.

O programa atende crianças das séries iniciais do Ensino Fundamental do 1º a 5º ano, e para participar as escolas devem desenvolver atividades relacionadas ao trânsito durante o ano letivo, além de preencher os pré-requisitos disponibilizados no site do Detran-MS.

 

Viviane Freitas

Voltar