Presidente do Detran-MS participa de Seminário sobre Tecnologia e Inovação na UFMS

Publicado dia: 28 de novembro de 2018


Seminário ocorreu na sala de Atos da Reitoria da UFMS (Foto: Vivianne Nunes)

O diretor-presidente do Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Roberto Hashioka Soler, participou nesta quarta-feira (28) do seminário MS 2019: Parcerias Estratégicas para o Desenvolvimento Baseado na Tecnologia e na Inovação.

O objetivo do encontro realizado pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) em parceria com a Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e a Cultura) é debater estratégias de desenvolvimento tecnológico e propor soluções inovadoras para temas do cotidiano da população campograndense e que visem melhorar o dia a dia das pessoas e das cidades.

A primeira palestra foi ministrada pelo professor Doutor do curso de Engenharia da UFMS, Daniel Mattos, que falou sobre ITS (Sistemas Inteligentes de Transporte -  Inteligent Transportation Sistem), parcerias para a revolução na mobilidade urbana, sustentável e segura no Estado.

Durante sua fala ele ressaltou que Mato Grosso do Sul ocupa a 9ª posição em óbitos por acidentes de trânsito entre os 27 Estados brasileiros. Para ele essa é uma porção significativa de acordo com a quantidade total de Estados. Segundo Mattos, o estudo feito indica que o maior índice de acidentes de trânsito no Estado está nas cidades de São Gabriel, Cassilândia e Bataguassu. Bonito, Rio Brilhante e Corumbá são os três municípios de MS com melhores índices.

“Nós temos dados indicando que Campo Grande tem o índice de motorização muito alto e que a leva para o 7º lugar entre todas as cidades do Brasil. Isso demonstra que temos o alto índice de quantidade de veículos para quantidade de acidentes que são gerados na cidade”, explicou.

A proposta da pesquisa é fazer um projeto de engenharia, de multidisciplinaridades diárias, que vai envolver várias áreas. Para isso, deverão ser usadas as ferramentas de sistemas inteligentes de transportes.

O ITS, de acordo com Mattos, são Sistemas Inteligentes utilizados em transportes nos quais os veículos interagem com o ambiente e uns com os outros, de forma a proporcionar uma experiência avançada de condução.

Ele explica que podemos tomar como exemplo um ônibus, que acaba tendo preferência em trafegar por conta do número de passageiros que carrega. Com o ITS, o semáforo irá abrir com prioridade e o cruzamento irá fechar. Tudo isso sincronizado por GPS.

A série de palestras seguiu até as 12h desta quarta-feira com vários outros temas importantes e de relevância para a modernização de serviços prestados à sociedade. “Estamos atentos às novidades para a segurança viária e o Sistema Inteligente de Transporte será muito útil para mantermos a ordem e a fluidez do tráfego local, evitando acidentes e proporcionando qualidade de vida aos usuários das vias”, enfatizou o presidente do Detran-MS.

Vivianne Nunes

Voltar