Rede Feminina e Stand UP encerram Outubro Rosa e Semana do Servidor no Detran-MS

Publicado dia: 31 de outubro de 2019


Na última quarta-feira (30), os servidores do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) tiveram uma tarde diferenciada com uma palestra de abordagem leve, focada no relato de histórias em formato de Stand UP. O palestrante motivacional, pós-graduado em Finanças e com formação em Ciências Contábeis da FGV (Faculdade Getúlio Vargas), Marcos Pulga, deu um show de Stand UP com o tema “Como ser feliz no trabalho e na vida”.

O objetivo da palestra foi encerrar a semana de comemorações ao Dia do Servidor Público, comemorado no dia 28 de outubro e mostrar a importância de trabalhar em uma área que proporcione prazer. A consequência é um atendimento mais humanizado ao público e uma gestão dinâmica, além de uma maior valorização do servidor.

Marcos explica que através das suas palestras motivacionais, busca mostrar a importância da gratidão. “Quero fazer as pessoas refletirem sobre os problemas do dia a dia, da vida e do trabalho e buscar motivação”, encerra.

A ação foi realizada em parceria com o Banco Sicred de Campo Grande e ao final da palestra foram sorteados vários brindes entre os servidores.

Além da apresentação, na manhã desta quinta-feira (31), foram encerradas as ações do Outubro Rosa com uma palestra sobre o Câncer de Mama, realizada pela Rede Feminina de Combate ao Câncer na Sede do Departamento.

A enfermeira de rádioterapia do Hospital de Câncer Alfredo Abraão, Patrícia Medeiros, comentou sobre o índice de casos de câncer de mama no Estado. “Em Mato Grosso do Sul, por ano, 820 casos de câncer de mama são diagnosticados e 170 mulheres ainda morrem em decorrência da doença”, comenta.
Durante a ação a enfermeira explicou como prevenir a doença. “Faça sua mamografia conforme recomendação profissional. Através dela, é possível visualizar se existem nódulos na mama antes mesmo de poderem ser palpados ou sentidos pela mulher”, explica.

Patrícia ressaltou a importância de estar atenta aos sintomas como a pele da mama avermelhada ou com aspecto de “casca de laranja. “Além disso, a presença de caroço, geralmente indolor, alteração no bico do seio, liberação de líquido pelo mamilo, especialmente sangue e pequenos nódulos na região das axilas ou pescoço”, encerra.

Ao final, as convidadas e todos os presentes participaram de uma confraternização com mesa de frutas.

 

Viviane Freitas

Voltar